Consumo aumenta e Semae estuda ampliar horário de racionamento

Escrito por em 01/10/2020

O Semae – Serviço Municipal Autônomo de Água e Esgoto de Rio Preto está em alerta vermelho. O consumo de água na cidade voltou a aumentar 5%, acima da média, mesmo com o racionamento. Atualmente, estão sendo consumidos 280 litros de água por pessoa/dia. A autarquia já estuda a possibilidade de ampliar o horário de interrupção do fornecimento de água, para os bairros abastecidos pela Estação de Tratamento de Água – ETA Palácio das Águas, que atualmente é das 13 às 20 horas.

“O consumo aumentou exageradamente na última semana. Vamos acompanhar os próximos sete dias para analisar a necessidade de ampliar o horário de racionamento. A autarquia está empenhada e adotando todos os procedimentos necessários para que isso não aconteça, mas pode ser inevitável, se continuar a seca e o consumo alto”, declara Jaqueline Reis, gerente de Operação e Manutenção de Água do Semae.

Com o início do racionamento de água, no último dia 17, a redução de consumo foi de 18%. No final da primeira semana, a queda do consumo foi de 15% abaixo da média. Na última semana, foi registrado um grande aumento. O consumo está 5% acima da média registrada antes do racionamento. Nos sistemas que não entraram no racionamento, o aumento é de 2% em relação ao período anterior ao do racionamento.

Antes do racionamento e com a estiagem em andamento, o consumo médio já estava alto, com 268 litros de água por pessoa/dia, atingindo picos de 375 litros/dia. Na última semana, o consumo médio foi de 280 litros/dia. Em alguns bairros e condomínios, o consumo atingiu uma média de 390 litros de água por pessoa/dia.

Desde o início do racionamento, a chuva acumulada registrou 5 mm. Atualmente, a Represa Municipal, no lago 1, está 6 centímetros abaixo do vertedouro. O lago 3 está 4 centímetros acima do vertedouro. Segundo Jaqueline Reis, mesmo com a redução da captação de água da represa de 450 litros/s para 300 litros/s, o nível do lago 1 baixou um centímetro. “Os centros de reserva de água perderam a recuperação da semana passada. Estando no mesmo nível anterior ao racionamento”, afirma.

“Ontem, foi o dia mais quente do ano, com os termômetros registrando 40,8 graus. Estamos sem uma chuva significativa há três meses e o consumo atingindo picos de 400 litros de água por pessoa/dia. O Semae está fazendo todas as manobras possíveis para manter o abastecimento de Rio Preto. Estamos com campanhas informativas e educativas nos veículos de comunicação. Sabemos do momento difícil que estamos atravessando, mas a população precisa colaborar, economizando água e fazendo o uso racional. Caso contrário, medidas mais restritivas serão necessárias para enfrentarmos a estiagem”, declara Nicanor Batista Júnior, superintendente do Semae.

Foto: Rede Bom Dia


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]